Sesc SP

Esta atividade faz parte da

21ª Bienal de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil - Comunidades imaginadas saiba mais

67

Programa III | 84’

The Politics of Choice and the Possibility of Leaving, 2018, 15’ |Megan-Leigh Heilig (África do Sul)
Uma conversa íntima, ao pé do ouvido, entre um casal de namoradas. Quando não estão recolhidas no quarto, elas se aventuram por estradas para descobrir paisagens. Nesse momento, no entanto, outro tipo de viagem está para acontecer. A artista documentou, na obra, os dias que precederam sua viagem da África do Sul à Bélgica, onde iria viver. Sua namorada, por outro lado, depois de anos vivendo na África do Sul, teria de voltar a seu país de origem, a Namíbia, onde a homossexualidade é criminalizada. A complexidade das fronteiras, dos percursos e das identidades é o fio condutor dessa espécie de diário lírico de uma partida.

Wa akhiran musiba, 2017, 15’49’’ | Maya Shurbaji, (Síria)
Recortes aparentemente desconexos montam a narrativa pessoal e, em certa medida, intransferível dessa história em que o trágico é menos um dado que uma sombra. Entre cenas urbanas, ângulos inusitados de espaços interiores, filmagens antigas de infância e conversas por meio de aplicativos de mensagem instantânea, um trauma insinua-se. Entre roupas sem uso, corpos fora de foco, guerras, interlocutores desaparecidos e animais indiferentes, o título do vídeo sugere o estranho alívio experimentado pela artista ao desenvolver esse ensaio poético sobre o trauma: "Enfim, uma tragédia".

Interrupción del Sueño, 2018, 24’13’’ | Noé Martínez (México)
A interrupção do sonho surge como uma investigação de documentos indígenas coloniais do século XVI em Michoacán, com os atuais Purepechas que habitam esse estado no México. O vídeo surge do trabalho realizado na comunidade de Cherán, que conquistou sua autonomia em 2011, depois de se levantar e expulsar traficantes de drogas e partidos políticos de seu território. Em meio a máscaras, música, procissões e rituais, a peça narra a mudança dos 12 conselheiros (keris) que compõem o Conselho Maior do Governo Comunal, corpo coletivo de poder de Cherán. O espectador encontra uma nova dimensão simbólica da representação política do coração dos movimentos sociais indígenas do México.

Island, 2015, 28’35’’ | Ellie Kyungran Heo (Coreia do Sul)
Localizada no extremo meridional da costa da Coreia do Sul, uma pequena ilha cuja costa pode ser inteiramente percorrida em uma hora recebe multidões de turistas durante poucas horas para, em seguida, mergulhar em longos períodos de silêncio. O vídeo acompanha o cotidiano dos poucos moradores do local, registrando suas angústias, reflexões e pontos de vista sobre temas universais da condição humana.

Local: Oficinas - 6º andar*

*Dia 11/10, a exibição acontecerá no Teatro -1º  andar.

Distribuição de ingressos no local, uma hora antes da atividade.

Grátis 

 

(Foto: Divulgação/The Politics of choice and the possibility of leaving )

 

 

Artes Visuais

Programas de vídeo III 21º Bienal de Arte Contemporânea Sesc_ Videobrasil L

Sesc 24 de Maio ver no mapa compartilhar

11/10 a 31/01

SEX
19H30
  • Grátis

19/10 a 01/02

SAB
18H
  • Grátis

20/10 a 02/02

DOM
15H
  • Grátis

22/10 a 28/01

TER
16H30
  • Grátis

23/10 a 29/01

QUA
15H
  • Grátis

24/10 a 30/01

QUI
13H30
  • Grátis