Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Segunda rodada da Copa Sesc de Futebol Soçaite no Sesc Belenzinho!

Fotos: Silchya Rodrigues
Fotos: Silchya Rodrigues

Por Edmilson da Silva, Gustavo Lopes e Hugo Pereira. 

Voltamos com a segunda rodada da Copa Sesc de Futebol Soçaite, que aconteceu neste sábado, 19/10/19, e garantiu uma tarde de muito afeto, solidariedade e tranquilidade para jogadores e torcedores que acompanharam a partida na quadra.

Teve goleada, jogo disputado, muitas expulsões, lances plásticos, jogador fazendo cinco gols, goleiro operando milagres e até homenagem para o pessoal da resenha.

 

Araújo FC x Senac Tatuapé

Começamos pelo jogo entre o Araújo FC, que buscava uma recuperação após ter tomado uma senhora goleada na estreia, e o Senac Tatuapé, que deu seus primeiros chutes na competição.

O começo do jogo foi pegado, chutes de longe, bola mais movimentada que conta bancária no dia que os boletos chegam, e teve logo dois gols. Um para cada lado. Primeiro, Everton balançou os barbantes do Senac, depois foi a vez do Marcio Junior estufar as redes do Araújo FC.

Foi então que a estrela de Gabriel começou a brilhar. A canhotinha do menino estava calibrada e venenosa. Fez o segundo do Araújo em uma ótima tabela com Everton, depois fez mais um com uma jogada que deixaria até o Messi chocado tamanha a categoria na condução de bola.

O quarto gol do Araújo trouxe uma grata surpresa. Depois de fazer um gol de oportunismo digno de um centroavante nato, Vitor correu para a galera e mandou uma bela homenagem para o pessoal da resenha. Palavras bonitas e incentivadoras foram ditas pelo ex-técnico que decidiu mostrar para os seus jogadores como é que se faz.

Se no ataque o Araújo estava voando com golaços, na defesa não era diferente. Só que nesse caso o voo era literal. O goleiro Gustavo Henrique engatou o modo pinball e rebateu tudo quanto foi bola. Era no chão, no alto, na esquerda, na direita, não tinha jeito para o Senac conseguir furar o bloqueio para desespero do técnico Hamilton Sampaoli, que já estava quase subindo a grade da quadra de tão nervoso.

Jogadores do Araújo FC com uma defensa ofensiva

 

Para aumentar ainda mais a frustração do Sampaoli do Belém, o Araújo tratou de aproveitar a superioridade numérica e fazer mais dois gols. Um com Everton em uma bola que entrou bem devagarinho no canto do goleiro e o outro com o Vitor, sim, aquele que nos incentivou com suas palavras doces.

A vida é cheia de surpresas, mas esse jogo não foi. O panorama continuou o mesmo no segundo tempo. Gabriel, do Araújo, deslanchou de vez e fez mais três gols, fechando a sua conta em cinco. Repito: o cara fez cinco (C I N C O) gols na partida. Tem gente que nunca fez cinco gols na vida, que dirá em apenas um jogo. Claro que ele disparou na artilharia da competição.

Jogadores Gabriel, do time Araújo FC, e Marcio Junior, do Senac Tatuapé, os maiores goleadores dos seus times

 

Teve tempo para o Filipe, do Senac, e o Everton, do Araújo, começarem a discutir sobre quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? Entendendo que ali não era espaço para essa discussão eterna, o juizão deu amarelo para os dois, como o Filipe já tinha tomado um acabou expulso.

O Everton ainda fez o seu terceiro gol na partida, e compreendendo a situação chata em que o Senac se encontrava, o João Vitor, do Araújo, fez um gol contra para ajudar os seus colegas a não desanimarem no restante da competição.

 

Araújo 10 x 2 Senac

Araújo: 1 - Gustavo Henrique; 4 - Cairo; 7 - Marcos; 9 - Wallace; 10 - Gabriel; 11 - Everton; 13 - João Vitor; 16 - Vitor.

Gols: Gabriel (5), Everton (3), Vitor (2)

Senac: 1 - Washington; 15 - Hamilton; 16 - Marcio Junior; 17 - Victor; 18 - Fabiano; 20 - Rodnei; 21- Bruno; 23 - Denis; 25 - Filipe

Gols: Marcio Junior, João Vitor (contra).

Cartão Vermelho: Filipe (Senac)

 

ASHC x Gomes

Essa partida foi disputada sob um clima tão pacífico que John Lennon certamente sentiria orgulho da humanidade e acabaria compondo mais uma letra fantástica sobre amor ao próximo, caso estivesse presente na quadra de futebol soçaite do Sesc Belenzinho.

Rafael foi quem fez o primeiro da partida e o primeiro do ASHC aproveitando o rebote após uma ótima jogada de Fabio que deixou o zagueiro sentado. Apesar de contar com um goleiro improvisado no começo do jogo, o Gomes equilibrou a partida com o ASHC e empatou com Rodrigo que fez um belo gol coletivo.

Enquanto o goleiro Neilson e o seu uniforme laranja mecânica salvavam o ASHC na defesa, no ataque Rafael fez mais um para desempatar a partida no melhor estilo "Cucabol". Lateral na área e cabeçada inapelável no alto para vencer o goleiro interino do Gomes.

Cobrança de escanteio do time Gomes

 

No começo da segunda etapa Caio fez o terceiro do ASHC. Foi então que a equipe do Gomes decidiu colecionar expulsões por motivos diferentes. Vamos explicar tudo:

Primeiro foi a vez do Renan ser expulso. Ele estava apenas tentando avisar para o adversário que a chuteira estava desamarrada. Está certo que ele tentou mostrar com um chute que parece ter sido treinado pelo Jackie Chan. Um ato de solidariedade que o juiz entendeu de outra forma e acabou mostrando o vermelho.

Depois o juizão tentou descobrir onde o Luiz Felipe tinha cortado o cabelo. Segue a transcrição do dialogo:

Juiz: - Garoto, onde você cortou o cabelo?

Luiz Felipe: - Não vou te falar.

Juiz: Como é que é?

Luiz Felipe: Essa cabelo aqui é exclusivo. Não vou falar.

Com inveja do cabelo impecável do Luiz, o juiz não tolerou o segredo que ele colocou sobre o seu cabelereiro e resolveu expulsar mais um jogador do Gomes.

Aproveitando-se da superioridade numérica o ASHC fez mais dois com Caio. Um deles um golaço de gênio encobrindo o goleiro Mauricio com uma Cavadinha espetacular. Rafael Miranda ainda marcou mais um para fechar o placar.

Gol do time ASHC no goleiro Mauricio

 

Ainda teve tempo para mais uma expulsão do Gomes. Dessa vez foi o goleirão Mauricio que falou para os narradores gritarem gol mais baixo, pois ele estava com uma dor de cabeça chata. O juiz que é fã da narração achou aquilo uma afronta e decidiu por colocar o arqueiro para fora da quadra.

 

ASHC 6 x 1 Gomes

ASHC: 1 - Neilson; 2 - Rafael de Miranda; 3 - Douglas; 4 - Odair; 6 - Marcos Aurélio; 7 - Paulo; 8 - Alex; 9 - Marcelo; 10 - Fabio; 11 - Rafael Ramos; 13 - Michel; 16 - Caio Severo; 17 - Marcus.

Gols: Caio (3), Rafael (2), Rafael de Miranda.

Gomes: 1 - Mauricio; 2 - Lenildo; 3 - Fabio; 5 - Jonas; 6 - Gabriel; 7 - Eliel; 8 - Renan; 9 - Rodrigo; 10 - Josué; 11 - Luiz Felipe; 15 - José Eduardo; 19 - Danilo.

Gols: Rodrigo.

Cartões Vermelhos: Renan, Luiz Felipe, Mauricio (Gomes).

 

Inter de Belém x Augusto Futebol Clube

Fechando a segunda rodada da Copa Sesc, pelo grupo C, o time do Augusto buscava se recuperar depois de ter sofrido um nocaute vexatório na primeira rodada, enquanto o time da casa, o Inter de Belém, representando toda nação do Belenzinho, buscava o seu primeiro triunfo na competição. 

Jogador Ricardo, do Augusto FC, chutando em direção ao Inter de Belém

 

O jogo começou bem disputado, com ambos os times tocando bem a bola, até que Leonardo do Augusto fez uma falta duríssima em cima do Samuel do Inter de Belém dentro da área. O juizão não pensou duas vezes e mesmo sem consultar o VAR marcou a penalidade.

Encarregado de bater o pênalti, o camisa 13 do time de Belém, Felipe, mostrou personalidade e na cobrança deslocou o goleirão do Augusto para abrir o placar. Mal deu tempo de a torcida comemorar, já que em seguida Andrei acertou um lindo chute de fora da área e empatou a partida.

Jogadores Felipe, do Inter de Belém, e Igor, do Augusto FC

 

Mantendo um nível de equilíbrio jamais antes visto na competição, ambos os times continuaram a criar ótimas oportunidades de gol, dando início a um show de defesas de ambos os goleiros. Washington e Bruno protagonizaram um duelo à parte e não deixaram passar nem pensamento. Fazendo com que o primeiro tempo terminasse em 1 x 1. 

Porém, algo de estranho aconteceu na segunda etapa e toda a igualdade apresentada pelas equipes foi para o espaço. Como era o time da casa que estava em campo, a quem diga que a água do Sesc foi batizada e acabou prejudicando o time do Augusto, que voltou praticando um futebol digno de lanterninha da série B do Campeonato Brasileiro.

Com uma pressão avassaladora, Rômulo, uma espécie de Peter Crouch misturado com Ibrahimovic, fez o segundo gol do Inter de Belém no jogo.

Jogadores do Inter de Belém e Augusto FC

 

Outro fato curioso que aconteceu em campo chamou a atenção dos narradores e da torcida local. O técnico Alexander de Almeida, da equipe do Inter de Belém, substituiu o goleiro Washington, que até o momento estava fazendo uma ótima partida, para a entrada do arqueiro Ailton.

A substituição em nenhum momento comprometeu o time, já que o novo goleirão manteve a boa performance e fez ótimas defesas nos poucos ataques que a equipe do Augusto promoveu no segundo tempo.

Aparentemente o time do Palmeiras não é o único que tem uma escola forte de goleiros na cidade de São Paulo, fiquem de olho nos goleiros do Inter de Belém porque com certeza algum deles vai jogar o Paulistão 2020.

Aproveitando os seus dois metros e meio de altura, Rômulo fez de cabeça mais um e em seguida Felipe acertou um lindo chute de fora da área, marcando o quarto gol do Inter de Belém.

Com a vantagem no placar, André fez mais um para o Inter de Belém e, após a expulsão de Kaue, pelo time do Augusto, Felipe fez o seu terceiro gol no jogo e praticamente eliminou o a equipe adversária da competição.

 

Inter de Belém 6 x 1 Augusto FC

Inter de Belém: 1 - Washington; 2 - Edson; 4 - Alexander; 9 - André; 10 - Rômulo; 11 - Ailton; 13 - Felipe; 15 - Samuel; 19 - Odair; 20 - Murilo.

Tec: Alexander Marques de Almeida

Gols: Felipe (3), Rômulo (2), André.

Augusto FC: 1 - Bruno; 3 - Leonardo; 6 - Vinicius; 7 - Andrei; 8 - Ricardo; 9 - Kaue; 10 - Luiz; 11 – Rafael; 12 - Anderson; 13 - Leandro; 14 – Igor.

Tec: Vitor Mendes Franco

Gols: Kaue

Cartão Vermelho: Kaue (Augusto)

 

"Moleque Liso da Rodada"

Não tem para ninguém. Não é todo dia que alguém faz cinco gols em um só jogo. A canhota mortal do Gabriel fez a equipe do Araújo se recuperar da derrota na estreia e causou um enorme estrago na defesa do Senac na goleada de 10 x 2.

"Paredão da Rodada"

A sonora goleada do Araújo só foi possível pois o goleiro Gustavo Henrique estava impossível. Ele pegou de tudo quanto foi jeito. Foi uma jornada impressionante do arqueiro que deu a segurança para os atacantes decidirem a partida.

"Dica da Resenha"

Visto que essa última rodada da competição foi marcada por diversos cartões amarelos e vermelhos, a dica dessa semana é que os jogadores usem e abusem da Maracugina para se acalmarem um pouco. Lembrando que a substância está liberada pelo pessoal do antidoping.

 

Confira todas as fotos da segunda rodada!

Copa Sesc de Futebol Soçaite 2019 - Segunda Rodada - Sesc Belenzinho

Outras programações