Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Para encaminhar propostas de atividades em artes visuais e tecnologias

Identidade visual da 2ª edição de Tecnologias e Arte em Rede, cujo tema foram as Tecnologias Livres
Identidade visual da 2ª edição de Tecnologias e Arte em Rede, cujo tema foram as Tecnologias Livres

No mês de outubro de 2019 o Sesc São Paulo realiza uma ação envolvendo todas as suas unidades, com atividades conduzidas por artistas, cientistas, educadores, criadores, mestres populares e pesquisadores negros e negras que trabalham com artes visuais ou tecnologias.

A principal intenção do Tecnologias e Artes em Rede: Tecnologias Negras é, para além de valorizar o protagonismo da pessoa negra e de sua relação com as artes visuais e as tecnologias, ampliar a rede de artistas, educadores e educadoras com o intuito de potencializar ainda mais a diversidade de profissionais nas programações do Sesc São Paulo.

Para o projeto – e também para ações futuras – estão sendo mapeados profissionais negros e negras que desenvolvam pesquisas no universo mencionado e que se interessem em propor cursos, oficinas, palestras ou debates. Em caso de interesse, consulte as orientações abaixo:
 

Principais linhas de ação do projeto Tecnologias e Artes em Rede: Tecnologias Negras

Tecnologias Ancestrais (tradicionais, da palavra e manuais)
Tecnologias Digitais e Contemporâneas
Utopias/ Distopias/ Afrofuturismo
Tecnologias Invisibilizadas e de Resistência
Estética, Crítica e História da Arte

Todos as atividades devem ser permeadas por práticas educativas não-formais e afrocentradas.
 

Que tipo de atividades?

Palestra/debate (1 encontro)
Oficina/aula-aberta (1 a 4 encontros de até 8 horas)
Curso (4 a 8 encontros, acima de 8 horas)
 

O Sesc São Paulo receberá propostas para o projeto Tecnologias Negras até dia 25/07/2019.

Ao enviar sua proposta para o e-mail cursoseoficinas@sescsp.org.br, os assistentes da Gerência de Artes Visuais e Tecnologias irão analisá-la e, estando em sintonia com as diretrizes relativas às ações de desenvolvimento artístico e cultural da instituição, poderão encaminhá-la aos animadores que programam cursos nas unidades do Sesc São Paulo. O contato direto com as unidades também é possível, ficando os(as) artistas(as) liberados para essa iniciativa.

Ainda que sua proposta não seja aproveitada para o projeto Tecnologias Negras, ela é bem-vinda, pois pode interessar para outras ocasiões da programação anual.
 

Sobre o envio de propostas

Como você imagina sua proposta de atividade? Para apresentar uma proposta, é recomendado o envio de um documento em PDF com a seguinte estrutura:

- nome da atividade;
- sinopse/descrição;
- formato (curso, oficina ou aula aberta);
- recomendação etária;
- duração (quantos encontros, carga horária por encontro e carga horária total);
- materiais e equipamentos necessários (descriminar os que dependem do Sesc e os serão fornecidos pelo realizador);
- dados do(a) proponente: CNPJ ou CPF e contato (endereço, e-mail e telefone);
- estimativa de custo dos materiais (se houver);
- custo total da hora/aula (trabalhamos com o valor médio de R$ 120 hora/aula por artista/professor);
- nome e mini biografia das pessoas que conduzem a atividade;
- imagens ilustrativas em alta resolução (para serem utilizadas na divulgação – com crédito do fotógrafo).
 

O envio das propostas não garante a contratação e/ou realização das mesmas, pois trata-se de um mapeamento de intenções que, em caso de interesse de realização por parte do Sesc São Paulo, deverão passar ainda por diversas instâncias de análise e aprovação.

 

Saiba mais sobre as outras duas edições do Tecnologias e Artes em Rede: As Mulheres e as Tecnologias e Tecnologias Livres.

Siga @etasescp
#ETAemRede

Outras programações

Tecnologias e Artes

Dominó Gráfico - Gravação em madeira na fresadora CNC

Dominó Gráfico - Gravação em madeira na fresadora CNC

SESC Bom Retiro

Saiba mais