Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

A história do bairro da Pompeia, em São Paulo

Desde a década de 1980, o Sesc Pompeia é um importante dispositivo sócio-cultural da zona oeste de São Paulo. Você já parou para pensar sobre a História de onde ele está localizado, o bairro da Pompeia? No primeiro episódio da websérie Tijolo por Tijolo, na qual contamos curiosidades sobre a História do Sesc Pompeia, apresentamos detalhes da urbanização do território onde essa unidade se insere. Confira neste vídeo!

Mais de um século de História

Num distante início do século 20, os leitores do jornal O Estado de S. Paulo que abriram o periódico, um dos grandes da cidade, se depararam com um anúncio promissor:

"A Companhia Urbana Predial adquiriu a fazenda Bananal, abriu ruas, lotou os terrenos e rasgou uma grande avenida de 25 metros até a linha de bondes de Água Branca, através do Parque Antarctica."

Com essas palavras, a Companhia Urbana Predial anunciava que havia feito o loteamento que daria origem ao bairro da Pompeia. Muitos dizem que o dono da Companhia Urbana Predial, o empresário Rodolpho Miranda, decidiu homenagear sua esposa, Aretusa Pompéia, e batizou essa nova região com o nome dela - sim, uma das teorias mais fortes sobre o nome afirma que o bairro Pompeia tem zero relação com a história de Pompeia, a cidade engolida pelas lavas vulcânicas.

Ao longo desse um século desde o loteamento, o bairro foi palco de muitas histórias. Devido à sua localização privilegiada e sua proximidade com o polo industrial que começou a surgir, sua economia atraiu centenas de famílias que se mudaram para cá. Década a década, imigrantes italianos, portugueses, espanhóis, japoneses e alemães que chegavam em São Paulo escolhiam a Pompeia como lar, atraídos pela oferta de empregos em indústrias da região, como a Companhia Melhoramentos, a Santa Marina e as Indústrias Matarazzo. 

O resultado é que andar pelas ruas do bairro ainda hoje é, vez ou outra, se deparar com um antigo operário das antigas fábricas que construíram tanto do que sustentou o nosso país. E se encontrar com seus filhos, netos e bisnetos, que aqui se mantêm. E com tantos outros brasileiros e estrangeiros de diversos cantos que por aqui foram passando e fazendo do bairro, a terra para construir uma vida e para chamar de "meu lugar".

--

"Tijolo por Tijolo" é a nova websérie do Sesc Pompeia. Semanalmente, no Facebook da unidade, você vai desbravar curiosidades sobre a história, a arquitetura e o processo de urbanização relacionados a ela. Desvende a trajetória do bairro da Pompeia, conheça a fábrica que funcionava no espaço antes de o Sesc ser aberto, descubra como foi a readequação e requalificação da área, entenda como diferentes traços do Brasil estão representados nos cantos da unidade e muito mais! São 15 episódios semanais com conteúdos exclusivos sobre a Cidadela da Liberdade.

--

*[Edit]: Ao contrário do que foi afirmado no segundo 5, o loteamento que deu origem ao bairro da Pompeia foi feito a partir de diversas chácaras da região e não de uma chamada Fazenda Pompeia, que nunca existiu. Já o nome do bairro, como explicado no texto que acompanha o vídeo, é, de acordo com uma das teorias mais aceitas, uma homenagem do dono da Companhia Urbana Predial, o empresário Rodolpho Miranda, à sua esposa, Aretusa Pompéia. 

Outras programações