Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

É no Plural: Mostra de Cinemas Africanos



Com a curadoria de Ana Camila e Beatriz Leal, entra em sua quarta edição a “Mostra de Cinemas Africanos”. Durante uma semana, de 10 a 17 de julho, uma seleção de filmes africanos e afrodiaspóricos reconhecidos em grandes festivais e respaldados pela crítica e públicos internacionais ganham exibição no CineSesc.

A maioria dos filmes é inédita no Brasil ou em São Paulo, sendo uma chance rara de assistir a importantes produções que circularam em grandes festivais e talvez nunca cheguem ao circuito comercial do Brasil.

Ao total, são 15 longas e 9 curtas de ficção e documentário projetados na tela do cinema.

Primeiro dia

A sessão de abertura apresenta o longa-metragem Supa Modo, do diretor queniano Likarion Wainaina, uma produção Quênia/Alemanha. Por sua delicadeza, ternura e maestria narrativa, é favorita do público internacional por sua declaração de amor ao cinema através da história de uma garota de nove anos com uma doença terminal que sonha em ser uma super-heroína.
 


A Mostra vem para se estabelecer como um evento itinerante que coloca o Brasil na rota de circulação dos cinemas produzidos na África e sua diáspora. O evento possibilita que o público brasileiro acompanhe os lançamentos da cinematografia do continente e que crie repertório sobre ela.

Protagonismo Feminino

A presença das mulheres na programação da Mostra reflete o crescimento exponencial no século XXI de filmes realizados por mulheres na África e na diáspora. As jovens diretoras africanas dominam gêneros tão heterogêneos como a comédia adolescente (Kasala!, da nigeriana Ema Edosio), a ficção científica afrofuturista (Afronautas, de Nuotama Bodomo, e Pumzi, de Wanuri Kahiu), o curta-metragem poético (Irmandade, da tunisiana Meryam Joobeur), o ensaio autobiográfico (Lua Nova, de Philippa Ndisi-Hermann) ou o melodrama experimental (Ame Quem Você Ama, da sul-africana Jenna Bass).

Atividades Paralelas

Também haverão quatro sessões comentadas, com especialistas e críticas de cinema. São quatro pesquisadoras: Lúcia Monteiro, Kênia Freitas, Alessandra Meleiro e Jusciele Oliveira, que mediarão bate-papos com a plateia de filmes selecionados.

Já a edição do Cinema da Vela, dia 16/7, a partir das 19h, coloca as curadoras Ana Camila e Beatriz Leal, acompanhadas de Lúcia Monteiro e Jusciele Oliveira, numa conversa sobre a desconstrução de estereótipos nos cinemas africanos contemporâneos.

Por fim, o curso de Beatriz Leal, que é pesquisadora e curadora de diversos festivais no mundo, oferecerá o “Cinemas Africanos em Perspectiva”, com o objetivo de contextualizar esta cinematografia para o público interessado. As matrículas estão abertas.

Para conhecer mais, assista alguns trailers dos filmes que compõem a Mostra:

Outras programações

Cinema e vídeo

O Fim Da Viagem, O Começo De Tudo

O Fim Da Viagem, O Começo De Tudo

SESC CineSesc

à venda na unidade a partir de
11/09

Saiba mais

Cinema e vídeo

O Fim Da Viagem, O Começo De Tudo

O Fim Da Viagem, O Começo De Tudo

SESC CineSesc

à venda na unidade a partir de
11/09

Saiba mais

Cinema e vídeo

O Fim Da Viagem, O Começo De Tudo

O Fim Da Viagem, O Começo De Tudo

SESC CineSesc

à venda na unidade a partir de
11/09

Saiba mais

Cinema e vídeo

O Fim Da Viagem, O Começo De Tudo

O Fim Da Viagem, O Começo De Tudo

SESC CineSesc

à venda na unidade a partir de
11/09

Saiba mais